Louco amor

Roses_for_the_dead_II__by_frixin

Deixando um pouco de carinho, amando como se fosse o ultimo
Fazendo meus desejos realizando meus sonhos
Passando emoção, e recebendo com a mesma intensidade
Delírios ao vento e rolando sobre os prazeres
De ingressar os mais loucos prazeres que a vida vem dando
Paixão é muito boa ofegante ao corpo e respiração
É desta maneira que gosto de viver, sem me entregar para a desilusão
Sem me machucar com pequenos golpes que ao decorrer da vida eu possa levar
É ser esperançoso de uma maneira feliz, saber que acontecerá
O mais puro do amor dentro de mim, minha alma já sabe que estou
A falar dos sonhos em que já tive e do que já realizei em mim
Falar de amor é fácil quando se ama expressar-me com convicção
Dizer tudo que sinto e saber da verdadeira emoção de sempre estar apaixonado
Sempre querendo carinho e fazer o Máximo para que sinta os meus
Dar carinho é recíproco recebe com amor
O que poderia ser se meu coração não o sentisse
Deixasse de existir essa coisa louca que me invadiu
Transformou-me assim do jeito que sou com isso me fazendo viver
Deixando meus passos serem curtos para traçar um caminho longo
Tendo a vida longa para desfrutar muito que ainda está por vir
Esse amor que me reluz e acende a chama dos meus desejos
Está nascendo e florindo dentro de mim o meu jeito de amar
Sempre fica novo e recém nascido aos seus olhos ficam querendo você
E desejando seu amor para eu renascer novamente
Em seus braços que sonho com todo o amor me entregar a você.

Por Márcio Ferreira

Compartilhar:
← Anterior Proxima → Inicio

Seguidores

Google+ seguidores

Total de visualizações

Mario Quintana

O TRÁGICO DILEMA: Quando alguém pergunta a um autor o que este quis dizer, é porque um dos dois é burro.

AMAR: Fechei os olhos para não te ver e a minha boca para não dizer... E dos meus olhos fechados desceram lágrimas que não enxuguei, e da minha boca fechada nasceram sussurros e palavras mudas que te dediquei... O amor é quando a gente mora um no outro.

BILHETE: Se tu me amas, ama-me baixinho Não o grites de cima dos telhados Deixa em paz os passarinhos Deixa em paz a mim! Se me queres, enfim, tem de ser bem devagarinho, Amada, que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...

Por Mario Quintana

Veja outros autores em: Pensador.Info

VEM DO CORAÇÃO

Há um sentimento para contemplar, como encontrar palavras que expressa o sentimento continuo e duradouro, somente os gestos, olhares, carinhos e até mesmo o silêncio poderá explicar o que sinto, para quem corresponde será um bom entendedor.

Márcio Ferreira

Tecnologia do Blogger.

Postagens populares

email newsletter