Twitter

16 de out de 2012

Versos

orvalho
Abra-me os olhos para que eu entenda
Consiga-me conquistar para que não se arrependa
De pelo menos tentar, construa uma tenda...
Para que deitamos juntos e lá dentro nos emenda
E assim ficamos um corpo só
Feito um nó
Misturamo-nos igual ao orvalho e a terra
Uma flor se desabrochar
A cada beijo que eu te dar
E os corpos explorar
Seu cheiro em mim e o meu em você
A emoção nos interagir
Fazendo construir
O amor sem fim.
Por Marcio Ferreira
Related Posts with Thumbnails

  © By Poesia - Todos os direitos reservados.

Tecnologia - Blogger | Modificado por - Márcio Ferreira