Simples questões com difíceis soluções


(imagem: MissMaple)

A frente de mim é assim que vou me sentir se o amor me constranger para me deixar sem graça, fizer com que sente da maneira errada, pela pessoa erra é assim que acontece quando isso padece (você vai junto), poderia ser melhor nada de sofrimento não quero enjoar a loucura do pensamento e envelhecer meus sentimentos para que não fique sempre na mesma, tenho isso comigo um calor no coração...

Para quem dar? Essa é a questão já está entregue (espero que não esteja mal entregue)... Não sei responder tudo que me pergunto fica sem resposta essa magoa do coração, acha que estou feliz? Bom, não diria feliz, mas também não que estou triste, pelo menos no amor uma pessoa poderia estar feliz

Pelo menos do mínimo das coisas deveria ter sorriso quando se ama alguém, o que é o amor? Isso eu não sei, mas tem uma coisa que sei sobre, “amar” é disso que estou falando... Eu sei o que é amar, porque estou sentindo em meu coração, não sei o que é amor... Porque ele é apenas para sentir, não para explicar, discutir ou tentar entender...

Passam às águas o vento passa, tudo passa só não passará esse amor que sinto... (Bobagem um dia há de passar um dia eu hei de esquecer aquilo que está me corroendo).

Muitos casos são diferentes de tentar amenizar uma dor, porque não sentem dor, não tem algo a se preocupar, porque amam de verdade e se dão a amar e se procuram para se entregar, lutam para terem-se pertos, fazem o possível e tentar o impossível para se encontrarem, isso é amor é o acomodo de amar o relevante prazer de querer, ter, desejar e possuir aquela pessoa no amor... Isso é lindo de sentir, ver, apreciar dar e receber o maior dos sentimentos que existe (Amor).

Por Márcio Ferreira

Compartilhar:
← Anterior Proxima → Inicio

Seguidores

Google+ seguidores

Total de visualizações

Mario Quintana

O TRÁGICO DILEMA: Quando alguém pergunta a um autor o que este quis dizer, é porque um dos dois é burro.

AMAR: Fechei os olhos para não te ver e a minha boca para não dizer... E dos meus olhos fechados desceram lágrimas que não enxuguei, e da minha boca fechada nasceram sussurros e palavras mudas que te dediquei... O amor é quando a gente mora um no outro.

BILHETE: Se tu me amas, ama-me baixinho Não o grites de cima dos telhados Deixa em paz os passarinhos Deixa em paz a mim! Se me queres, enfim, tem de ser bem devagarinho, Amada, que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...

Por Mario Quintana

Veja outros autores em: Pensador.Info

VEM DO CORAÇÃO

Há um sentimento para contemplar, como encontrar palavras que expressa o sentimento continuo e duradouro, somente os gestos, olhares, carinhos e até mesmo o silêncio poderá explicar o que sinto, para quem corresponde será um bom entendedor.

Márcio Ferreira

Tecnologia do Blogger.

Postagens populares

email newsletter