Twitter

13 de jul de 2009

Seu jogo

Ilustração
(imagem: Guai)

Eu faço de tudo um pouco fazendo seu jogo
Amasso seu corpo contra o meu, mas com carinho
Para delirar sem fronteiras... Juntando os nossos suores
Esfregando meu rosto no seu sem enxugar o que fez prazer 
Se atracar na noite fria pra ver se esquenta

Se abraçar e enrolar-se um no outro, é desejo que me faz assim
Sonhar acordado em voz alta contando o que está vendo
Olhando pro lado sorrindo de desejo, olhar malicioso
Olhar do tipo quer te devorar a noite toda
Fazer caricia para você nunca se esquecer de mim

Dizer que te amo ao pé do ouvido baixinho sem cessar
A euforia que encanta... Dá brilho no olhar, se entrega sem resistir
Cercar-te de beijos e fazer seus desejos de tudo que me pedi
Amar loucamente sem ter o mínimo de pressa
Sem ver à hora passar o dia amanhasse e queremos mais

Por amor a ti vivo a insistir volta amanhã pra que continue
Nossos desejos não foram saciados nem aliviados
Ainda estou com vontade de amar você vem pra mim.

Por Márcio Ferreira

Related Posts with Thumbnails

  © By Poesia - Todos os direitos reservados.

Tecnologia - Blogger | Modificado por - Márcio Ferreira