Twitter

1 de dez de 2008

Fechado para balanço


Para pensar em minha vida
Busquei uma razão forte
Que valesse a minha existência
Voltei ao passado
Me senti acabado
E então fechei meu coração pra balanço
Lancei a chave
Bem ao fundo do mar
Onde ninguém pudesse encontrar
E assim dar
Um pouco de paz ao meu coração
Senti que era
Preciso fazer isto
Para fugir desse destino
Cheio de capricho
Viver para sempre na solidão
É bem melhor
Que tentar buscar em outra
Aquela que por amor
Eu fiz do seu proprio nome, minha oração.
 
Por Márcio Poeta.
Related Posts with Thumbnails

  © By Poesia - Todos os direitos reservados.

Tecnologia - Blogger | Modificado por - Márcio Ferreira