Twitter

17 de dez de 2008

Não venha me dizer de amor

CHORO

Não venha me dizer de amor se você não sabe amar
Não venha me dizer de felicidade se não sabes dar
Não faças coisas que não possa dar
Só tristeza que você sabe exalar

Nada de proveito pode se tirar
De tal coisa que causa sofrimento
Não pode mudar esse seu jeito que não
Tem mais jeito, sem respeito
É o que você é

Nada de amor e muito menos paixão
Nada se transforma com você
Tudo fica na mesma e o tempo
Passa e continua assim
Sem efeito só desconsideração
Que existe em si

Poderia ser diferente, mas você insiste
Em continuar com essa falta de amor
No coração e assim é seu jeito
Que não produz nada além do desfeito
Que eu sinto por ti.

Por Márcio Poeta

Related Posts with Thumbnails

  © By Poesia - Todos os direitos reservados.

Tecnologia - Blogger | Modificado por - Márcio Ferreira