Duvidas

duvidas5

Não atingir os objetivos se torna infesto e oco o que você é predestinado a fazer o absoluto momento de querer algo e não conseguir desistindo facilmente do que você queria alcançar, não tendo a capacidade de atingir seus ideais na veia do acaso momento de não ter lutado tanto para se debruçar nos prazeres que a conquista nos da, forma-se uma barreira de impiedade no ego e não conseguindo fazer ou tentar lutar novamente e ir tentando a cada vez mais diferente e melhor, isso é se pela primeira vez conseguir pelo menos tentar fazer com que aquilo que agrada ou está sendo buscado tenha um finalidade justa e nobre, sendo assim as coisas mais destinadas a dar um bem para o coração vale a pena dar tudo de si para não ficar com o pensamento e na duvida que possa dar certo ou não, melhor é saber que não deu certo e ter tentado do que esta duvida corroer seus sentimentos até o fim da vida, podemos ficar sem ter que viver essa maldade que nos mesmos nos traz então o que é a realidade de sentir um bem e não ter que se preocupar com maus sentimentos que venha nos entristecer, quase tudo que fazemos pra gente é o que a gente realmente quis de outro lado a gente percebe que não valeu ter lutado tanto para se alcançar, mas temos que correr o risco em tudo na vida, correr atrás do que queremos mesmo que isso não foi uma boa escolha.

Fazer com que fique se martirizando e vendo sua vida sendo corroída por uma coisa que você mesmo causou é maldade pura com sigo mesmo, joga a tristeza de lado e segue com seus ideais sem medo de poder dar certo ou o resultado não ser o que você esperava, duvidas são maldosas com o coração, saber que você tentou é bom pra se conformar com o caso de não ter dado certo, qual é a sua escolha, ficar na duvida ou saber que tentou e deu certo ou não?
Porque na maioria dos casos ficam se martirizando com perguntas pra si mesmas será que daria certo, eu não quero viver essa duvida até o fim da vida então prefiro saber sendo ele o resultado que for.

Compartilhar:
← Anterior Proxima → Inicio

Seguidores

Google+ seguidores

Total de visualizações

Mario Quintana

O TRÁGICO DILEMA: Quando alguém pergunta a um autor o que este quis dizer, é porque um dos dois é burro.

AMAR: Fechei os olhos para não te ver e a minha boca para não dizer... E dos meus olhos fechados desceram lágrimas que não enxuguei, e da minha boca fechada nasceram sussurros e palavras mudas que te dediquei... O amor é quando a gente mora um no outro.

BILHETE: Se tu me amas, ama-me baixinho Não o grites de cima dos telhados Deixa em paz os passarinhos Deixa em paz a mim! Se me queres, enfim, tem de ser bem devagarinho, Amada, que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...

Por Mario Quintana

Veja outros autores em: Pensador.Info

VEM DO CORAÇÃO

Há um sentimento para contemplar, como encontrar palavras que expressa o sentimento continuo e duradouro, somente os gestos, olhares, carinhos e até mesmo o silêncio poderá explicar o que sinto, para quem corresponde será um bom entendedor.

Márcio Ferreira

Tecnologia do Blogger.

Postagens populares

email newsletter