Pode ser feliz assim?

DINHEIRO5

Revendo a vida e tentando achar uma saída para ser mais feliz e sorrir, muitas obras se passaram e tão pouco foi feito para construir uma vida melhor, para deixar levar a felicidade ao Máximo, acho diferente uma construção de um mundo melhor pode ter pessoas que tenta, mas alcançar é impossível, umas querem destruir e outras construírem e assim vivemos em uma batalha do bem contra o mal do inferior contra o que se diz superior, muitas pessoas só pensam em si só, outras se preocupam de mais e muitas delas nem se preocupam por si mesma, muitas contradições muitas mentiras envolvido no meio de quem diz que pode ajudar e promete coisas para se beneficiarem, constrangedor para quem bota a confiança e as pessoas más não se constrange por não terem vergonha apenas querer saber do benefício que isso pode trazer, puro interesse, os doutores do mundo são arrogantes gostam do podre que o mundo lhe oferece dos mais ricos ao que são mais ou menos poucos salvam para dizer que tem coração, e se acham felizes sendo que a angustia de viverem sozinhos e a irrelevância de não quererem aceitar o fato de não serem felizes, acham que ter dinheiro é uma felicidade tremenda, não tendo ninguém para amar e nem para ser amado, os interesses o cercam e acabam se prendendo em uma redoma de vidro não tendo contato com a vida lá fora, que felicidade poderia ter viver nadando no dinheiro e não ter ninguém a quem confiar o que é felicidade vivendo sozinho com suas próprias vidas, abandonando a si mesmo e se entregando a um pecado horrível que é a avareza do seu próprio ego destruído no que não pode ter o amor.

Por Márcio Ferreira

Compartilhar:
← Anterior Proxima → Inicio

Seguidores

Google+ seguidores

Total de visualizações

Mario Quintana

O TRÁGICO DILEMA: Quando alguém pergunta a um autor o que este quis dizer, é porque um dos dois é burro.

AMAR: Fechei os olhos para não te ver e a minha boca para não dizer... E dos meus olhos fechados desceram lágrimas que não enxuguei, e da minha boca fechada nasceram sussurros e palavras mudas que te dediquei... O amor é quando a gente mora um no outro.

BILHETE: Se tu me amas, ama-me baixinho Não o grites de cima dos telhados Deixa em paz os passarinhos Deixa em paz a mim! Se me queres, enfim, tem de ser bem devagarinho, Amada, que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...

Por Mario Quintana

Veja outros autores em: Pensador.Info

VEM DO CORAÇÃO

Há um sentimento para contemplar, como encontrar palavras que expressa o sentimento continuo e duradouro, somente os gestos, olhares, carinhos e até mesmo o silêncio poderá explicar o que sinto, para quem corresponde será um bom entendedor.

Márcio Ferreira

Tecnologia do Blogger.

Postagens populares

email newsletter