Traquinando!!! Traquinando!!!


(imagem: Armando Caldas)

Algum dia já passou pela cabeça de que alguém anda contrariando seus sonhos? Sei lá eu ando tendo esse pressentimento de que nada é além de uma ilusão sendo acreditando no que é possível e claro de ver, não ando muito feliz com isso traquinando minha mente e fazendo com que eu tenha essa leve desconfiança de que fui ou posso estar sendo enganado, o ruim é ficar na dúvida de que pode não ser apenas coisas da cabeça, “impressão” dos olhos, meio difícil tentar entender como as coisas andam sem perceber que está passando os momentos bons que deveria ter a esse decorrer de tempo

Tempo passa vai andando feito uma gaivota rápida e a favor do vento deixando você para trás sem se quer olhar se você a acompanha, impossível de alcançar quando já tomou espaço, não tem como retroceder se deixou você em uma distancia não tão longa, mas longa o suficiente para deixar você para trás é o peso da memória que vai lembrando que tudo que você viveu foi bom,

Mas deixou escapar por amor ou capricho, quem sabe as coisas mudem há uma esperança de acontecer o melhor nesses momentos, não fiz nada que me arrependesse, mas também não fiz tudo que eu queria fazer isso sim causa arrependimento de não ter feito, até o errado eu não me arrependo, por que aprendi que fazendo o errado não é a saída nem tão pouco faz você se dar bem, apesar de tudo errado é errado não é? Mas o certo eu não me conformo de não ter feito na oportunidade que tive, mas pra que ficar martirizando se posso tentar fazer o que não consegui no passado? Isso me trás duvidas e duvidas muitas duvidas traquinam meu pequeno cérebro vai explodir.

Por Márcio Ferreira

Compartilhar:
← Anterior Proxima → Inicio

Seguidores

Google+ seguidores

Total de visualizações

Mario Quintana

O TRÁGICO DILEMA: Quando alguém pergunta a um autor o que este quis dizer, é porque um dos dois é burro.

AMAR: Fechei os olhos para não te ver e a minha boca para não dizer... E dos meus olhos fechados desceram lágrimas que não enxuguei, e da minha boca fechada nasceram sussurros e palavras mudas que te dediquei... O amor é quando a gente mora um no outro.

BILHETE: Se tu me amas, ama-me baixinho Não o grites de cima dos telhados Deixa em paz os passarinhos Deixa em paz a mim! Se me queres, enfim, tem de ser bem devagarinho, Amada, que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...

Por Mario Quintana

Veja outros autores em: Pensador.Info

VEM DO CORAÇÃO

Há um sentimento para contemplar, como encontrar palavras que expressa o sentimento continuo e duradouro, somente os gestos, olhares, carinhos e até mesmo o silêncio poderá explicar o que sinto, para quem corresponde será um bom entendedor.

Márcio Ferreira

Tecnologia do Blogger.

Postagens populares

email newsletter