“Jade” Uma música de João Bosco

Por mais lugares que eu ande e pela sombra que eu estiver em dias de sol escaldante no puro e singelo jeito de ser eu tenho sentimentos que me cobrem de duvidas e também é bastante claro em algumas partes, mais ou menos digo dessa maneira… Ao ouvir uma música principalmente romântica eu fico disperso a tudo e somente fico com meus pensamentos do momento, há prestar a atenção na letra e ver se consigo viajar pelas palavras ditas nesta música e não pra falar quando curto algo parecido com essa música ou até mesmo ela, fico em transi, sentindo o bem estar que diz a mesma e por mais que diz ela se encaixa em qualquer vida sendo a sua, a minha ou de qualquer outra pessoa que sente amor no coração, então ai vai ela pra vocês curtirem “Jade… aqui meu irmão ela é coisa rara de ver”.

Incrível momento de reflexão ouvindo esse som
E forte sentimento me faz dizer algo assim
Coisas de amor Paixão
do mais puro sentimento que há em um coração cheio de desejos.

Segue a letra da música…

Jade
João Bosco
Composição: Indisponível

Aqui meu irmão ela é coisa rara de ver
E jóia do Xá retina de um mar
De olhar verde já derramam-te
Abriu-se Sésamo em mim
Ah! meu irmão aqualouca tara que tem ímã
Mergulha no ar me arrasta me atrai
Pro fundo do oceano que dá
Prá lá de babá prá cá de ali
Pedra que lasca seu brilho
E que queima no lábio um quilate de mel
E que deixa na boca meliante
Um gosto de língua no céu
Luz talismã misterioso cubana cã
Delícia sensual de maçã
Saborosa manhã
Vou te eleger vou me despejar de prazer
Essa noite o que mais quero é ser
1001 pra você....
Jade...Jade...Jade...

 

Fonte da letra: Letras de Músicas - Terra

Compartilhar:
← Anterior Proxima → Inicio

Seguidores

Google+ seguidores

Total de visualizações

Mario Quintana

O TRÁGICO DILEMA: Quando alguém pergunta a um autor o que este quis dizer, é porque um dos dois é burro.

AMAR: Fechei os olhos para não te ver e a minha boca para não dizer... E dos meus olhos fechados desceram lágrimas que não enxuguei, e da minha boca fechada nasceram sussurros e palavras mudas que te dediquei... O amor é quando a gente mora um no outro.

BILHETE: Se tu me amas, ama-me baixinho Não o grites de cima dos telhados Deixa em paz os passarinhos Deixa em paz a mim! Se me queres, enfim, tem de ser bem devagarinho, Amada, que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...

Por Mario Quintana

Veja outros autores em: Pensador.Info

VEM DO CORAÇÃO

Há um sentimento para contemplar, como encontrar palavras que expressa o sentimento continuo e duradouro, somente os gestos, olhares, carinhos e até mesmo o silêncio poderá explicar o que sinto, para quem corresponde será um bom entendedor.

Márcio Ferreira

Tecnologia do Blogger.

Postagens populares

email newsletter