Entender a vida não dá!

Iuruuuuuuuu hahahahahaha

Não tem como entender a vida, mas ela traz coisas ruins e grandiosas reciprocamente

Como na postagem anterior eu coloquei aqui um fato acontecido de coisas ruins, aconteceu ontem e ontem mesmo foi resolvido. Hoje recebi a notícia, que foi recuperado o que foi perdido e sabe de uma coisa? A gente às vezes precisa ficar triste para que a felicidade fique maior futuramente e isso me deixou tão feliz que não poderia deixar de colocar aqui, até parece novela não é? Um conto de historia inventado, mas é pura realidade. Uma pessoa que amo muito foi assaltada ontem levou o carro e todos os documentos, só que hoje recebi a grande notícia, foi recuperado o bem levado sem um arranhão só os documentos que não e quando fiquei sabendo confesso a vocês, dei pulo de felicidade em ver essa pessoa sorrir e dar risada me contando o caso, ainda bem que terminou tudo bem, em casos por ai até em morte dá  essa fatalidade que nos assombra é de se ficar preocupado a maneira que isso vai ficando cada vez pior, de quem devemos cobrar melhoras? Fica aqui uma pergunta que não quer calar, será que a gente tem que viver preso dentro de casa e a gente esta seguro assim? Eu não acredito mais na segurança desse país, porque pelo jeito que se agravou não tem mais solução, apesar de nada ser insolúvel eu não acredito na melhora desse imenso e grandioso país em que vivemos.

Compartilhar:
← Anterior Proxima → Inicio

Seguidores

Google+ seguidores

Total de visualizações

Mario Quintana

O TRÁGICO DILEMA: Quando alguém pergunta a um autor o que este quis dizer, é porque um dos dois é burro.

AMAR: Fechei os olhos para não te ver e a minha boca para não dizer... E dos meus olhos fechados desceram lágrimas que não enxuguei, e da minha boca fechada nasceram sussurros e palavras mudas que te dediquei... O amor é quando a gente mora um no outro.

BILHETE: Se tu me amas, ama-me baixinho Não o grites de cima dos telhados Deixa em paz os passarinhos Deixa em paz a mim! Se me queres, enfim, tem de ser bem devagarinho, Amada, que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...

Por Mario Quintana

Veja outros autores em: Pensador.Info

VEM DO CORAÇÃO

Há um sentimento para contemplar, como encontrar palavras que expressa o sentimento continuo e duradouro, somente os gestos, olhares, carinhos e até mesmo o silêncio poderá explicar o que sinto, para quem corresponde será um bom entendedor.

Márcio Ferreira

Tecnologia do Blogger.

Postagens populares

email newsletter