Twitter

20 de fev de 2009

Desejo

Desejo alcansar

Estranho desejo que me faz pensar, sem parar
Eu estranho ter que ficar assim a todo tempo
Numa euforia do meu pensar, em uma consolação
Que quero que alguém me desse
E não há um ombro para encostar, ô desejo que
Que me faz sonhar, pensando em tudo aquilo
Que eu poderia dar meus gestos e carinhos que eu
Quero compartilhar, mas não alcanço a quem
Eu poderia demonstrar meus carinhos
São perdidos e estão sendo desperdiçados
E envelhecendo com o meu ser, deixando de saber
Do que seria capaz de sentir e transmitir
Com esse desejo vivo a chorar por não conseguir
Matar essa sede que seca minha alma somente de desejo
É para ser feliz assim? Impossível ser
Só sentir tudo que me faz sonhar inalcançável corpo que desejo
Para mim e assim vou sentindo esse desejo sem fim.

Por Márcio Ferreira

Related Posts with Thumbnails

  © By Poesia - Todos os direitos reservados.

Tecnologia - Blogger | Modificado por - Márcio Ferreira